Viajantes do Mundo no Nepal

Vôo de Porto Alegre até São Paulo e em São Paulo no Aeroporto Internacional de Guarulhos a saída do vôo da companhia aérea Emirates com conexão em Dubai e seguir posteriormente para Nova Delhi e em Nova Delhi tomar outro vôo para Katmandu, ai já com a companhia aérea Air India capital do Nepal e de Kathmandu para Lukla, totalizando cinco vôos até chegar nas montanhas para fazer o caminho até a Base do Monte Everest. Porém em katmandu, fiz uma uma pausa na cidade de 4 dias para a compra de material de montanha, pois os preços são muito bons e vale a pena partir do Brasil apenas com a roupa do corpo e uma mochila para carregar o básico necessário na viagem e adquirir tudo o que for precisar para fazer o trekk, e na cidade muitas lojas oferecem uma boa parte do material necessário para os montanhistas, alpinistas, caminhantes, trekkers...


Uma hospedagem boa em katmandu sai por cerca de 20 dolares em média a diária com café da manhã na região do Thamel, onde estão concentrados os hotéis, hostels, albergues, hospedagens para os turistas que visitam o Nepal principalmente para fazer trekk, alpinsitas do mundo todo que preparam-se para a escalada do Monte Everest com 8.848 metros de altitude, a montanha mais alta do mundo e visitações no Nepal também devido ao budismo, seus monastérios, templos, pois foi no Nepal que nasceu o Siddhartha Gautama, conhecido como Buda.


Para quem vai fazer a caminhada até a Base do Monte Everest, há percursos de 13 dias 16 dias, 21 dias e em kathmandu há centenas, se não forem milhares de agências de viagens e turismo pois na capital olhando para um prédio de 5 pavimentos por exemplo, em todos os andares tem uma placa de uma agência de viagem, e a concorrência realmente eu não sei como eles fazem para obter e conseguir clientes que visitam os escritórios turísticos, pois são muitas agências por toda a cidade e que oferecem inúmeros pacotes turísticos em grupo, ou individual.


Utilizar o serviço de uma agência de viagem o bom é que você recebe toda orientação e assessoria com muita atenção por parte das empresas, desde a chegada no país, junto ao aeroporto, e eles ficam aguardando mesmo que você demore para passar pela imigração, ou encontrar a sua bagagem quando ocorre extravio, ou perda o motorista da empresa contratada fica lá esperando você aparecer para te levar ao seu hotel, hostel, pois há uma certa demora no aeroporto, porque o turista tem que tirar o visto ali na hora, e necessita de tempo para entrar em fila, fazer pagamento, preencher dados, receber depois o carimbo e ainda passar pelo setor de bagagem.


A moeda do Nepal é a Rupia, e 100 rupias valem 1 dolar e é fácil e acessível a localização das casas de câmbio no Nepal, só não aceitam o Real para troca por Rupias, mas dolar, libra, euro, e outras tantas moedas estrangeiras sim e as compras no Nepal são realizadas em Rupias, são poucas as lojas que aceitam o dolar, e se aceitarem, vão dar o troco em rúpias nepalesas, e o cartão de crédito é aceito também nas lojas, mas não são todas que usam este sistema, da mesma forma vale para restaurantes, os hotéis e hostels aceitam o pagamento com cartão de crédito na sua maioria. A placa da foto com cotação das moedas estrangeiras noNepal é referente ao mes de setembro de 2016






Local para ficar hospedado em katmandu, é no Thamel, porém a região onde concentram-se os turistas é extensa, para aproximar mais aonde o turista poderá ficar em kathmandu e ter fácil acesso é tomar como referência o Restaurante Mexicano, situado na In Devi Marga, e logo após o restaurante Mexicano tem um mercado na Esquina que esta esquina é o melhor ponto do bairro Thamel pelo menos para mim, o marco de referência, por ter um supermercado para ir as compras e também por ter restaurantes, lojas bares, cafes na volta e muitos turistas, ou junto da rua da Livraria do peregrino, onde é o foco a circulação de grande número de pessoas, ruas iluminadas e onde tem turistas caminhando ou possibilita ao turista caminhar até no horário depois das 22:00 horas, de forma segura nesta região com lojas, muitas lojas embora kathmandu possua muitas lojas para turistas de material de trekk e também de confecções principalmente voltadas ao turismo.


No Nepal, tem restaurantes que oferecem além da comida típica nepalesa outros pratos diferentes e de outros países como a comida Italiana, a Japonesa, Chinesa, e alguns pratos é possível encontrar na carta do menu algo próximo ao que nos alimentamos aqui no Brasil, pois a comida nepalesa é muito forte, com muita pimenta o prato típico do país é este aqui da foto chamado chamado Dal Bha.


Lojas e mais lojas, assim é a região do Thamel em katmandu, principalmente para material para a montanha, trekk e muitas lojas de confecção produzidas pelos próprios nepales, onde se vê máquinas de costuras nas lojas, duas as vezes até três maquinas, e são os homens que costuram, que confeccionam. O ideal é comprar todo material, ou quase todo para subir a montanha, fazer o trekk no Nepal, em kathmandu e as compras de lembranças levar para casa como os objetos principalmente nas lojas de artesanato, souvenirs deixar para comprar no retorno da caminhada, pois as lojas são muitas e são repletas de mercadorias.


Embora se diga que é e realmente é um aeroporto perigoso o de Lukla, para onde o vôo que sai de kathmandu transporta quem pretende fazer a caminhada até a Base do Monte Everest, com uma duração de uns 45 minutos o vôo é realmente muito excitante, pura adrenalina sair cedo de kathmandu, passar pelo procedimento de pesagem e vistoria de bagagem, posso dizer que a atenção dada pelas agências de viagem e turismo de Kathmandu são excepcionais, atendimento nota 10 leva o viajante até o limite autorizado para o guia nos assessorar, depois na chegada em Lukla, sendo esperado, aguardado pelo guia que fará a caminhada até o destino final é um ótimo apoio e atendimento por parte das empresas de turismo, as agências de kathmandu


Fazer o trekk de Lukla, até a Base do Monte Everest é fantástico, e para quem pretende visitar o Nepal, saiba que o mês de setembro também tem um bom fluxo de visitantes, fui no meio do mês e muitas pessoas lá estavam percorrendo as trilhas, andei dois dias caminhando na neve, foi muito bom, como também com dias de sol, e pouca chuva e por todo caminho vista espetacular, muito silêncio, pois não tem carros nem motos, muito menos estradas, apenas trilhas e com no decorrer do caminho se vai adquirindo uma boa resistência física subindo montanha, e poder estar fazendo aquele caminho com total segurança, apoio do guia e porter...




Fonte: http://www.viajantesdomundo.com.br
   

 
Site melhor visualizado em resolução 800x600 com Internet Explorer 4.0 ou superior
Copyright © 2004 Portal Santa Maria - Todos os direitos reservados
Viajantes do Mundo www.viajantesdomundo.com.br
Política de privacidade